Supremo derruba decisão de 22 anos atrás que aplicou IOF em operações com ouro