STF: Permite interpretação abrangente da lista de serviços